Pesquisar neste blogue comdeuseaverdadedeorobo

sexta-feira, 31 de março de 2023

Campanha: “Abril Amarelo: não ignore os sinais do câncer ósseo” inicia o mês de Abril no HCP

 

Por: Diario de Pernambuco – O câncer ósseo é um tumor raro, correspondendo a não mais que cerca de 2% de todos os tipos de tumores existentes, mas que pode ser perigoso se descoberto tardiamente. Por essa razão, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) lança, em mais um ano, a campanha ‘Abril Amarelo: não ignore os sinais do câncer ósseo’ com o intuito de alertar a população sobre esse tipo de câncer. Ao longo do mês serão disponibilizadas nos canais de comunicação da instituição, informações acerca do tema.
As crianças, adolescentes e idosos são os públicos mais acometidos pelo tumor no osso. Na fase infantil, o tipo mais comum é o osteossarcoma, um tipo silencioso que, a depender da fase do câncer, pode ocasionar na amputação do membro onde o tumor é localizado. Já nas pessoas idosas, a patologia aparece, na maioria dos casos, em decorrência do câncer em outros órgãos, é quando ocorre a metástase.
O Dr. Marcelo Souza, ortopedista do serviço de ortopedia oncológica do HCP, explica que o tumor ósseo maligno pode surgir em qualquer osso do corpo, mas é mais comum em ossos longos, como os do braço e da perna, e na bacia. “Por via de regra, o primeiro sinal do câncer nos ossos é uma dor que não cessa, mesmo fazendo uso de analgésicos e massagens. Além da dor óssea persistente, inchaço, fraturas ósseas e perda de peso são outros sintomas que precisam de atenção”, alerta. O diagnóstico precoce é fundamental para aumentar as chances de cura, por isso é importante estar atento aos sintomas e procurar um médico especializado.
“A única forma de fazer com que os pacientes tenham um tratamento adequado e, consequentemente, a eventual cura e uma sobrevida normal, é o diagnóstico precoce. E para diagnosticar precocemente é preciso estar atento às suspeitas e fazer os exames de rotina, começando pela radiografia. O raio X ainda é e será por muito tempo um exame extremamente importante para se descobrir a doença”, diz o Dr. Marcelo Souza. O departamento de ortopedia oncológica da instituição cuida de pacientes de todas as idades portadores de tumores musculoesqueléticos – que englobam não apenas os ossos, mas também das extremidades e da coluna vertebral.
Diferente de outros tumores malignos, não existe prevenção ou exames de rastreamento prévio para o câncer ósseo. Uma vez surgindo uma suspeita de um tumor ósseo, o paciente deve ser encaminhado o mais rápido possível para um centro de referência. “Quanto mais cedo for descoberta, maior será a chance de cura”, completa o especialista.
Sobre o HCP

O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) é uma instituição privada e sem fins lucrativos, que se dedica ao diagnóstico e tratamento de pacientes oncológicos por meio do Sistema Único de Saúde – SUS. Por ser uma instituição filantrópica, o HCP conta com doações contínuas de pessoas físicas e jurídicas para manter a qualidade no atendimento aos pacientes. Esses recursos são utilizados no custeio, na modernização do parque tecnológico e nas instalações físicas do hospital. Além disso, são direcionados para complementar o custo do tratamento dos pacientes. Saiba mais no site: www.hcp.org.br e nas redes sociais @sigahcp.
Postado por Madalena França

Orobó: em tempo de Páscoa o povo mata a Jesus outra vez quando lavam as mãos como Pilatos: Prefiro não ir a uma única missa, a me calar diante de uma injustiça




Provérbios 17:15

 Há duas injustiças que o SENHOR abomina: que o inocente seja condenado e que o culpado seja colocado em plena liberdade como justo.

O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, são abomináveis ao Senhor, tanto um como o outro.  

 

Evangélio de Mateus:

  Não podemos nos conformar com qualquer injustiça. Nosso coração precisa morrer sedento, desejoso de que a justiça aconteça a cada tempo. Nós não precisamos ser justiceiros nem fazer justiça com as próprias mãos, mas o nosso coração não pode se calar diante de qualquer injustiça.

 

  “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”. A justiça vem junto da misericórdia.

Hino Católico baseado no Evangélio:"Ai de mim se eu não disser

A verdade que eu ouvi
Ai de mim se eu me calar
Quando Deus me mandar falar!  

Quem são as professoras de Orobó solidárias  a Valdinha que tem seus laudos médicos rejeitados  e tem que trabalhar doente ou comparecer a uma junta comprada e irresponsável a cada 15 dias Quantas se solidarizaram comigo na época em que com 33 anos de trabalho negavam minha aposentadoria, e nem se fala outros episódios ainda mais perigosos. Dai eu pergunto: Cadê a missa e o Deus a quem esse povo segue. Não é julgamento é contatação Jesus quando andou no Mundo nunca concordou com injustiças.
Postado por Madalena França


quinta-feira, 30 de março de 2023

Piada da semana:Biu Abreu recebe o reconhecimento da população de Orobó, em que mais de 83% aprova sua gestão

 A Manchete do Mais Casinhas é muito engraçada! Viralizou os- KKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKK....

Foto reprodução do Blog Mais Casinhas
Perguntar não ofende: De onde saiu essa Revista Total ? A quem entrevistou?  Qual foi essa população ,a do planeta Marte?
Se perguntar quem é o prefeito de Orobó, aos eleitores da situação , muitos ainda respondem que é Chaparral. Na verdade, Biu Abreu é tido como uma marionete movida pelo deputado. 
No inicio se imaginou que o "acordo" de um terceiro mandato camuflado, era só nos dois primeiros anos. Mas não foi. O Deputado ainda não largou a cadeira de Prefeito, disse o Vereador Lúcio Donato no programa de rádio na FM 105.90 . Não gosto de ridicularizar ninguém, mas o apelido de Biu nas Redes sociais , é atribuído a um animalzinho que se movimenta apenas balançando a cabeça.
Biu com 83% de aprovação é a piada da semana! kkkkk kkkk kkkkk!!! Ou povo para gostar de passar vergonha!
Nem mesmo o deputado nunca teve essa aprovação, pois dos mais de 13 mil votantes, ele teve uma média de 7 mil votos nas eleições para prefeito da cidade, mais ou menos 58% dos votantes. Biu Abreu com 83% é de fazer graça. Vamos rir Povo de Deus! Kkkk kkkk kkkk kkkk
Uma piada dessas deveria ser proibida, pois já que não corresponde a realidade é fake News ! 
Gente fake News é crime!
A população de Orobó não foi entrevistada,  e isso é mentira das mais cabeludas que já se contou sobre Orobó.
Por Madalena França

Deboche: Revista coloca três prefeitos da região que não pagam o Piso Salarial do Professor, como destaque dos 40 melhores no quesito Educação.

 

A Revista Total estará circulando no próximo dia 30, com uma reportagem de capa que mostra os 40 prefeitos bem avaliados pelos moradores de seus municípios. Em nossa região, aparecem na lista a prefeita de Casinhas, Juliana de Chaparral (União Brasil), e o prefeito de Orobó, Biu Abreu (União Brasil), além do prefeito de João Alfredo, Zé Martins (sem partido), Diz o Blog de Edinho Soares.

Os três prefeitos citados, nenhum deles cumpre o Piso Salarial do Magistério na Carreira. É desvalorização total do Professor. A Prefeita de Casinhas concedeu apenas 15% dos 33,24% concedidos pelo governo Federal no ano de 2022. O Biu Abreu de Orobó, deve até hoje ,10 parcelas do retroativo do ano passado, além de ter retirado vários direitos adquiridos da carreira do Professor de Orobó, bem como , o de João Alfredo. Lá tanto faz ser Dr. em Educação ou ter apenas o Magistério, o Salário é o Piso. Todos três, ainda não reajustaram o salário dos professores em 14,95% como determinou o MEC para este ano corrente. Já se foram 3 meses de atraso. Se para a Revista Total vai para capa como melhores prefeitos, os que separam os professores da Educação, ela precisa reavaliar seus conteúdos, ou entrevistar as pessoas certas. " Não há Educação desvinculada do Professor"! E nesses três municípios a valorização do professor é decadente.

É deboche! Mas também para quem nada no dinheiro do FUNDEB sem responsabilidade com o cumprimento da lei 11,738/2008 sobra dinheiro para colocar na mídia que um pedaço de rapadura é um diamante. Ler e acredita quem quer. 

Só fico perplexa é como administradores que fazem comunicação não tem compromisso com a seriedade do que posta em seus meios de comunicação! Que horror!

Por Madalena França



Bolsonaro queria desfile em carro aberto por Brasília, mas vai descer pela área privativa do aeroporto e dessa vez não passará joias sem ser registradas na alfândega

 A Volta de Bolsonaro não será como ele queria- a Secretaria de Segurança do Distrito Federal e a Polícia Federal montaram esquema especial de policiamento para a volta dele, pelo qual impedirá que use o saguão principal do aeroporto. A instituição alega que precisa preservar a segurança do local. Também não pretende permitir que o ex-presidente faça desfile em carro aberto. O secretário de Segurança do DF, Sandro Avelar, sustentou que ações do tipo infringem o código de trânsito e não serão permitidas pelo Detran.

Inspeção de malas – A Secretaria de Segurança Pública montou uma megaestrutura de monitoramento do trânsito e deve contar com um efetivo reforçado de policiais militares e agentes do Departamento de Trânsito para garantir o deslocamento de Bolsonaro, que deve ser feito do aeroporto até a sede do Partido Liberal, no centro de Brasília. Ao desembarcar de seu voo comercial vindo dos Estados Unidos, Jair Bolsonaro será submetido ao procedimento convencional de inspeção das malas pela Alfândega e deverá apresentar recibos de eventuais compras à Receita Federal.(trecho da Coluna do Magno Martins)

Bolsonaro não passou a faixa para o Lula e talvez pense ainda ser o presidente. Mas não vai ter carro desfilando pela esplanada dos Ministérios. Ele precisa entender que seu cercadinho agora é em outro lugar, na sede de seu partido.


Por Madalena França

Mil cairão ao teu lado e dez mil a tua direita, mas tu não serás atingido.

 

Toda honra e toda glória a ti Jesus...

Por Madalena França

quarta-feira, 29 de março de 2023

Os últimos prefeitos de Orobó e a relação de chantagem e opressão contra os professores fazem muitos acovardarem-se...


 Dar vergonha  perceber que os professores  de Orobó  se deixam dominar  pelo medo. Parece uma coisa assustadora saber que uma classe esclarecida  deixa se oprimir por gestores prepotentes e descumpridores da lei . Eles conseguem  isso submetendo-os a pressão , seja psicológica  , ou mediante chantagem. Muitos professores  de Orobó também  têm vínculo  com o Estado. Ao ensinar em escolas de ensino  integral,  são  obrigados  a ceder a chantagem de não lutar pelo Piso,  para não serem denunciados ao Estado que exigem que deem toda carga horária  na Escola. A outros, a chantagem é  colocando para escolas muito distantes que não  permitem chegar a tempo a municípios vizinhos  onde as vítimas tem um segundo vínculo. Mas há  também  os covardes que se aliam a eles para oprimir sua própria  classe. Resumindo , eles amarram as mãos e os pés  em sentido figurado ,para que essas pessoas sigam obedientes  como animais de coleira .

Depois que saí  do SINTEPE  eles deitam e rolam com as verbas  do FUNDEB sem serem questionados.  

O que eles não podem  contar é  com minha submissão.  Porque  não  paro de lutar pelo futuro  que eu quero  e mereço e não aceito nem me calo com o futuro  que eles querem  me oferecer usufruindo parte do salário  que é meu por  direito. 

Oriento aos poucos  professores  de Orobó  que não  estão  sob chantagem  a colocarem nos seus perfis a imagem acima em sinal de protesto. Até  mesmo  quem é  familiar  de professores  ,vamos encher  nossos perfis  com uma alerta sob essa obediência  por submissão. 

Por  Madalena  França 

Quatro vereadores de Oposição de Casinhas também foram à Brasília, patrocinados pela Câmara em busca de melhorias para o Município

 


Vereadores do grupo da oposição de Casinhas, participam do encontro dos Municípios em Brasília. O grupo da oposição marcou presença no evento que reúne políticos de todo o país. Os quatro vereadores Otávio Framcismar, Atila Barbosa, Elias de Muamba e Inácio do Toyota também participaram de encontro nos ministérios e no senado federal. Os vereadores estão lutando em busca de melhorias para o Muncipio de Casinhas. 
Os vereadores participaram de audiência com o ministro André de Paula de Pesca e agricultura. 
Também faz parte desta comitiva o ex vereador Walter Borges que é conhecido como o embaixador do Agreste. 












Do Blog Casinhas Agreste
Postado por Madalena França

EX- governador Paulo Câmara assumiu nessa quarta-feira o Comando do Banco do Nordeste.

 

O Conselho de Administração do Banco do Nordeste do Brasil S.A. nomeou, hoje, o ex-governador de Pernambuco Paulo Câmara como o novo presidente da instituição. A informação foi divulgada ao mercado em fato relevante.

Ele assume no lugar do também pernambucano José Gomes da Costa, que havia sido efetivado no cargo no dia 2 de agosto de 2022, após ficar desde o dia 17 de janeiro, ou seja, quase sete meses como interino. O presidente Lula havia convidado Paulo para o cargo no dia 7 de fevereiro. A posse formal ocorre ainda nesta quarta-feira, às 11h.(Magno Martins)

Postado por Madalena França

A hipocrisia vista pela lente da verdade: as mesmas mãos que distribuem flores são as mesma que atacam, destroem, e adoecem mulheres oroboenses?




O meu lugar de fala e de Mulher, não permite que me cale diante das questões femininas que a lente da verdade enxerga o massacre que ocorre com as mulheres oroboenses nas últimas 3 gestões dessa Casa Parlamentar, aliada ao Executivo, com raras individualidades de virtudes de alguns vereadores que não compactuam com essas gestões ilusórias e fantasiosas que pregam uma coisa e vivem uma realidade muito feia e bem outra. Não me contive em perguntar: "As mesmas mãos que distribuem flores são as mesmas que atacam, destroem, e adoecem mulheres oroboenses"?
A sociedade brasileira, é extremamente machista. O machismo não está apenas, nos homens, mas também nas mulheres que atacam outras, ou compactuam com as decisões de quem as atacam. Pelo contrário,  até defendem o opressor. Vendo a Câmara de Orobó gerida por uma Mulher e tendo mais uma, ocupando uma cadeira,  eu que fui vítima do real descaso na última década para comigo e com as mulheres professoras, merendeiras, servidoras públicas em geral, realmente dói. Acho que em mim dói muito mais , pois sou alvo constante desses políticos falastrões, seja no trabalho, enquanto estava na escola, seja na sociedade, visto que não me calo diante dos ataques a mim e a outras mulheres, especialmente aqui nesse Blog, quando meu lugar de fala é a voz que brilha refletida no desejo de tantas outras Mulheres.
Certa vez eu fui convidada para ser homenageada na Câmara como uma das professoras mais antigas que já haviam contribuído mais tempo, para educação de Orobó. Eu  fui: Linda , sorridente e exuberante. Eu sabia que minha presença incomodaria muito àqueles que me ofereciam flores e  brigavam na Justiça para depois de 32 anos de trabalho, na época, que eu tinha na Educação, não acessar o direito à aposentadoria sem perdas na minha carreira. Acho que ninguém enxergava ali a minha dor por trás daquele sorriso fácil e ar de superioridade que eu exibia. Pois é da minha valentia nunca baixar a cabeça para o mal, mas como humana, eu também sinto dor. Aqui está a foto do dia citado. Ninguém sabe a dor que eu carregava naquele fatídico dia. Mas meu sorriso impedia que eles me vissem fraquejar e se sentissem superior a mim.


A questão da Valorização da Mulher, deve ser uma questão de todos e que passa pelas vivências   que   assemelham ou separam a mulher pobre da rica, a mulher preta da branca, a mulher de espaços de poder como as que ocupam cargos políticos e as anônimas. Deve ser respeitado pelos homens, mais especialmente, pelas mulheres que tem um dever maior, de mudar uma história de milênios de submissão,  que as  coloca  inferior. As mulheres vereadoras, prefeitas, deputadas, senadoras, governadoras, presidentes, não tem o direito de errar com relação e essa reparação história, uma dívida social  ao longo da vida, desde as sociedades ocidentais a brasileira.
Não dar para homenagear uma categoria de Mulheres, enquanto massacram outras.
O Caso claro e em evidência que estamos vivenciando agora em Orobó, é o da professora Valdenice, ou Valdinha de Manoel João como é conhecida. Não dar para nenhuma mulher Oroboense se sentir feliz ao receber flores dessa gestão, sem sentir a dor de Valdinha.


Não dá para no mesmo dia que homenageia mulheres rendeiras compactuar com o massacre de outra mulher professora. Não que as artesãs não mereçam, mas é por conta da hipocrisia, vista pela lente da verdade. A Dor de uma mulher, deve ser a dor de todas e a valorização da mulher a causa de todos. Isso de qualquer mulher de qualquer raça, etnia, classe social ou categoria trabalhista.
Viva todas as Mulheres! Abaixo à hipocrisia!
Por Madalena França

 

Campanha Solidária: Se você está saudável e pode, doe sangue Para José Geraldo, Gera de Maria do Correio.

 

O Oroboense Gera esposo de Maria do Correio, pai de Geraldinho e Ana Cecília, se encontra no Hospital Português, precisando de sangue. Pode doar para o Banco de sangue qualquer que seja seu tipo. Só precisa ser maior de 18 anos e estar saudável. Quem doa sangue ,doa amor por porque salva vidas.

Por Madalena França

“Esdrúxulo”, diz Dino sobre acusação de encontro com criminosos

 

Poder360

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, voltou a negar, hoje, que tenha se reunido com criminosos durante visita ao Complexo da Maré (RJ) em 13 de janeiro. Na data, Dino foi à comunidade a convite da ONG Redes da Maré, para participar do lançamento da 7ª edição do Boletim Direito à Segurança Pública na Maré. Ele chamou de “esdrúxulo” os questionamentos sobre sua visita.

“Criminalizar os mais pobres é estimular a violência contra eles, é estimular a chacina, é estimular a morte, tiroteio, apenas pelo fato das pessoas serem mais pobres. Não me parece uma atitude adequada para agentes públicos de elevada responsabilidade”, declarou em reunião da CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) da Câmara.

O ministro também afirmou ter recebido outros convites para visitas semelhantes e que deve comparecer. “A todos os convites similares que receber, irei”, disse. Dino também respondeu sobre a decisão de processar congressistas que divulgaram “fake news” sobre sua visita ao Complexo da Maré.

Em 15 de março, o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) sugeriu, sem provas, que o ministro teria “envolvimento” com o crime organizado por causa da agenda no Complexo da Maré. Na audiência, deputados da oposição defenderam o direito de imunidade parlamentar garantido aos congressistas.

“A imunidade parlamentar não pode ser desvirtuada […] A imunidade parlamentar não é escudo para o cometimento de crime e nem é camisa de força para maluquice. A imunidade parlamentar é um instituto constitucional”, disse Dino. “Se sou chamado de quadrilheiro e não faço nada, eu estou concordando com isso. Estou concordando com essa imputação grave? Não, não”, declarou.

Dino afirmou ainda que, cerca de 3 dias antes da visita na Maré, o Ministério da Justiça e Segurança Pública enviou ofícios ao governo do Rio de Janeiro e às polícias do Estado sobre o compromisso. O ministro foi convidado para comparecer em reunião da CCJ para falar sobre as ações do governo antes e depois dos atos do 8 de Janeiro, a política de armas e novos decretos sobre o assunto, e a visita realizada no Complexo da Maré em 13 de março.

Postado por Madalena França

Trabalhadores em Educação aprovam Dia Estadual de Paralisação da Educação

 

Diário de Pernambuco

Em nova assembleia geral realizada hoje pelo Sintepe (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco), a categoria aprovou o “Dia Estadual de Paralisação em Defesa do Piso na Carreira”, que ocorrerá em 11 de abril próximo.

Todas as atividades pedagógicas nas escolas estaduais e locais de trabalho da educação da rede estadual de Pernambuco serão interrompidas neste dia como forma de protesto pelo fato do Governo Estadual não dar respostas aos trabalhadores em educação sobre uma das principais reivindicações da categoria, que é a repercussão do reajuste de 14,95% do piso do magistério na carreira de todos os servidores da Secretaria de Educação.

Já houve duas rodadas de negociação entre Sindicato e Governo e nenhuma proposta sobre o reajuste até agora apresentada. A Pauta de Reivindicações dos trabalhadores em educação já foi entregue ao Governo desde o dia 10 de fevereiro.

A paralisação do dia 11 de abril próximo será na véspera de uma outra rodada de negociação entre Sindicato e Governo do Estado. “A categoria espera que a proposta da pauta seja atendida neste dia”, disse Ivete Caetano, presidenta do Sintepe.

Na semana que antecede o 11 de abril, o Sindicato fará mobilizações nas escolas de toda a rede estadual de Pernambuco, conscientizando professores, analistas e administrativos da importância de paralisar todas as atividades pedagógicas neste dia.

Ivete explicou que haverá mobilização dos dirigentes sindicais do Sintepe que visitarão as escolas para garantir o direito de paralisação. “Vamos fazer esse dia de paralisação um dia de luta em defesa da pauta de reivindicações entregue ao governo do estado no dia 08 de fevereiro. São quase dois meses depois de entregue a pauta e ainda não há uma posição do governo sobre a aplicação do reajuste de 14,95% na carreira para todos os cargos da educação”, detalhou a dirigente sindical.

O Sintepe vai incentivar o debate sobre a pauta de reivindicações dos servidores da Secretaria de Educação, que inclui vários itens de defesa do direito à educação. “Está na LDB que o professor e a professora devem fazer o debate em sala de aula, debater os direitos do cidadão. Nossa categoria está lutando por direitos que também são dos estudantes e por uma escola pública de qualidade social”, exemplificou Ivete Caetano.

Além de deliberar sobre a paralisação, a Assembleia também tratou das negociações em torno da crise do SASSEPE e dos demais itens da pauta de reivindicações como a convocação de mais servidores do concurso público, regularização dos pagamentos do Precatório do Fundef, pagamento da Ação do IPSEP demais itens da pauta.

Postado por Madalena França

Alckmin faz aceno a prefeitos em Brasília ao defender reforma tributária

 

Na ausência do presidente Lula, que por orientação médica cancelou sua viagem à China e não participou da Marcha dos Prefeitos, coube ao vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin, a incumbência de saudar os prefeitos presentes na capital federal.
Durante seu discurso, Alckmin enalteceu a importância dos municípios para o desenvolvimento do país, afirmando que a vida das pessoas acontece nas cidades, e por isso precisam de uma relação direta com o governo federal para a liberação de recursos.
Neste sentido, o vice-presidente falou a língua dos prefeitos quando defendeu a realização de uma reforma tributária que simplifique o sistema brasileiro, garantindo que os municípios arrecadem mais e permitam o crescimento da economia. De acordo com o socialista, caso avance a reforma, garantindo eficiência econômica,  o PIB poderá crescer 10% em 15 anos.

A expectativa do governo federal é destravar uma parte das 14 mil obras paralisadas, realizando uma força-tarefa com os municípios para que numa ação coordenada entre os entes federativos possa se estabelecer uma prioridade para a retomada de algumas obras. A previsão do atual governo é investir R$ 23 bilhões em obras de infraestrutura em 2023. As falas de Geraldo Alckmin foram bem recebidas pelos prefeitos presentes, que acreditam numa retomada dos investimentos públicos sob o novo governo, bem como no avanço da reforma tributária que beneficiaria todos os entes federados. (Edmar Lyra)
Postado por Madalena França

CNM em Brasília: João Campos rouba a cena, apresenta boas soluções e é aplaudido por toda a Plateia...

 



Magno Martins-João rouba a cena na CNM

Pela primeira vez, mesmo se deparando com um tema tão complexo, que divide Estados, Municípios e União, estando travada a sua discussão e tramitação no Congresso há mais de duas décadas, a reforma tributária, assisti o prefeito do Recife, João Campos (PSB), revelar profundo conhecimento, mostrar desenvoltura e ser aplaudido de forma entusiasta pela plateia.

Uma plateia, diga-se de passagem, nacional, formada por prefeitos de todo o País, que aterrissaram em Brasília para a 24ª Marcha dos Prefeitos, promovida pela Confederação Nacional dos Municípios. E tendo, na mesa como assistentes, dois ministros de Estado de alta linhagem, que controlam a área econômica do Governo Lula – Fernando Haddad, da Fazenda, o dono do cofre federal, e Simone Tebet, do Planejamento.

João mostrou que do jeito que tramita a proposta de reforma tributária no Congresso, se aprovada como está, os municípios só terão algum reflexo nos seus caixas em termos de tributação daqui a 40 anos. Por isso, ele propôs, de imediato, mudanças em operações de natureza nacional, como as de cartão de crédito. Pela sua visão, o ISS tributado deveria ir para os municípios nos quais as vendas foram feitas.

Isso, no seu entender, iria gerar uma receita adicional a todos os municípios brasileiros. No caso do Recife, cidade que governa, a mudança iria gerar mais de R$ 100 milhões de arrecadação por ano. “Isso garantiria uma folha de pessoal, o que já ajudaria bastante”, disse, sendo aplaudido pelos prefeitos e autoridades presentes. Os ministros Haddad e Tebet, que falaram depois, elogiaram a fala do prefeito.

João Campos falou como representante das capitais e destacou a importância para os Municípios. “Uma reforma estruturante mexeria na espinha dorsal do funcionamento do País. É um sistema extremamente complexo e que coloca o pobre para pagar mais. Não tem como o Brasil dar certo com uma carga tributária tão alta e tão desigual”, apontou.

União municipal – Na sua exposição, que também foi elogiada pelo presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, João também pregou a tese da unidade municipal. “Os Municípios brasileiros precisam estar unidos nessa caminhada. Todos precisam sair fortalecidos dessa construção. Não podemos colocar capital para brigar com Municípios do interior, nós precisamos de paridade. Para uma reforma que dê certo, precisamos dos Municípios fortes e em consequência teremos um Brasil forte. Precisamos de normas claras para que os Municípios não fiquem nas mãos de ninguém”, reforçou. 

Arrecadação do Recife – O prefeito de Recife terminou a participação defendendo que “os Municípios não podem perder seu caráter de fiscalizar, de arrecadar. Temos quase R$ 1 bilhão que arrecadamos de Imposto Sobre Serviços (ISS) por ano em Recife. Temos fiscais, arrecadação e o Município precisa ter autonomia para arrecadar em seu território”, afirmou. A CNM defende alguns pontos importantes a respeito da Reforma Tributária, sendo eles: cobrança da tributação no destino; reservar a autonomia dos Municípios; evitar perdas aos Municípios; compartilhamento de todas as receitas; maior participação dos Municípios no bolo tributário; fortalecimento dos Impostos sobre o Patrimônio e paridade de representação.

Postado por Madalena França

terça-feira, 28 de março de 2023

Bolsonaro ficou com outro conjunto de joias sauditas

 


Do Blog do Magno Martins

Postado por Madalena França

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ficou com um outro conjunto de joias dados de presente por autoridades sauditas durante uma viagem oficial.

O caso foi relevado pelo jornal O Estado de S. Paulo, hoje, e confirmado com ex-integrantes do gabinete pessoal do ex-presidente. Os itens estão num galpão que guarda outros materiais que Bolsonaro levou ao deixar a Presidência da República.

Segundo o jornal, a caixa inclui um relógio Rolex, uma caneta da marca Chopard prateada, um par de abotoaduras em ouro branco, com um brilhante cravejado no centro; um anel em ouro branco com um diamante no centro e outros em forma de “baguette” ao redor; e uma masbaha (um tipo de rosário árabe), feito de ouro branco e com pingentes cravejados em brilhantes.

O conjunto foi entregue à comitiva de Bolsonaro durante uma viagem ao Catar e a Arábia Saudita em outubro de 2019. Além dessas joias, o ex-presidente levou consigo ao deixar o mandato um outro conjunto de joias, essas todas da marca de luxo Chopard e que foram entregues a uma comitiva do Ministério das Minas e Energia em uma viagem posterior, de outubro de 2021.

A PF deve analisar todos os bens valiosos recebidos pela presidência, inclusive esse novo lote. Na semana passada, a defesa de Bolsonaro entregou esses itens numa agência da Caixa Econômica Federal em Brasília, em cumprimento a uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), que entende que o presidente não pode, ao deixar o cargo, levar consigo bens de valor elevado.

Em reunião com prefeitos, Alckmin diz que sistema tributário é ‘caótico’ e defende reforma

 



O vice-presidente Geraldo Alckmin afirmou, hoje, que o sistema de impostos no Brasil é “caótico” e defendeu a reforma tributária – em discussão no Congresso Nacional.

Alckmin representou o presidente Lula em um evento de prefeitos promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Ele também disse que o governo quer universalizar o acesso a creches e ampliar vacinação de crianças.

Em pronunciamento, o vice-presidente disse que o objetivo da reforma no sistema de impostos, elencada como uma das prioridades do governo, é promover o que chamou de “justiça tributária”, além de simplificar a cobrança de impostos.

“Nos Estados Unidos, o imposto sobre consumo é 20%. Lá tributa consumo, renda e patrimônio. E, aqui, é consumo, consumo e consumo. Então, 50% do produto é imposto de consumo. A população consome pouco. Como é que eu vou comprar um carro se eu ganho R$ 1,3 mil de salário mínimo. Se o carro popular, custa R$ 70 mil? O modelo nosso é injusto”, afirmou Alckmin na Marcha dos Prefeitos a Brasília deste ano.

Após o discurso no evento, Alckmin concedeu uma entrevista a jornalistas, na qual voltou a defender a reforma tributária. Ele disse que o modelo atualmente em vigor é “caótico” e não estimula investimentos.

“Eu acho que há uma conscientização de que o modelo tributário é caótico, leva a uma judicialização altíssima, tem custo muito elevado para pagar imposto tal é a complexidade tributária, ele é injusto na maneira como arrecada, […] não estimula investimento. Esta é uma reforma que traz eficiência econômica”, frisou o vice-presidente.

Segundo integrantes da equipe econômica, num primeiro momento, as mudanças deverão ser focadas na tributação sobre o consumo.

Do Blog de Magno Martins

Postado por Madalena França

Raquel exonera servidores da Saúde que exercem função gratificada

 

Em mais uma dispensa coletiva, já marca registrada da sua gestão, a governadora

 Raquel Lyra (PSDB) resolveu exonerar todos os servidores que exercem função 

gratificada de supervisão e de apoio na Secretaria Estadual de Saúde. A decisão

 foi assinada pela secretária estadual de Saúde, Zilda do Rego Cavalcanti.

As funções gratificadas são um acréscimo que os servidores concursados recebem

 para exercerem funções de direção, chefia e assessoramento. Com isso, os 

servidores dispensados continuam no Estado, mas recebendo apenas pelo cargo 

que fizeram concurso. Além da própria Secretaria, são afetados pela medida

 hospitais estaduais e gerências regionais de saúde.

Do Blog Do Magno Martins

Postado por Madalena França

Brincando de adivinhar..

Uma volta pelas redes Deu vontade de rimar Já tá chegando o folclore Pra brincar de adivinhar.    Vá descobrindo quem é Mas não precisa fala...