Pesquisar neste blogue comdeuseaverdadedeorobo

quinta-feira, 29 de abril de 2021

Minha vida, minhas regras...

 


Por Madalena França

Ministro do TST morre vítima da Covid-19



Postado por Madalena França

(Do Blog da Noelia Brito )

Foto: Divulgação 


“Estamos todos muito tristes e lamentamos profundamente a morte do ministro Walmir, de forma tão precoce, para essa doença que já vitimou quase 400 mil brasileiros”, afirmou a presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi. 

O ministro Walmir Oliveira da Costa, do Tribunal Superior do Trabalho, morreu nesta quarta-feira (28/4), aos 63 anos, por complicações decorrentes da Covid-19. 

O Tribunal Superior do Trabalho, consternado, decretou luto oficial de três dias. 

O magistrado paraense integrava o TST desde 2007. Ele presidia a 1ª Turma do tribunal e fazia parte da Subseção I da Seção Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) e do Órgão Especial.

“Estamos todos muito tristes e lamentamos profundamente a morte do ministro Walmir, de forma tão precoce, para essa doença que já vitimou quase 400 mil brasileiros”, afirmou a presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi. 

“Magistrado exemplar, de posição firme, ele contribuiu e se dedicou devotadamente à magistratura e à Justiça do Trabalho. Sua vida, tanto pessoal quanto profissional, sempre foi pautada e alicerçada pela ética, pela honestidade, pelo comprometimento, pelo respeito e pelo amor à vida, à família, à carreira e aos amigos”.

PREFEITA DE SURUBIM ANA CÉLIA ADMINISTRA OUVINDO A POPULAÇÃO



Do SURUBIM NEWS - Luiz Carlos Mota
charlesnasci@yahoo.com.br

No último final de semana, após emenda conseguida pelo deputado federal, Danilo Cabral, a Prefeitura de Surubim, através da terceirizada Construtora Ambiental, asfaltou a Rua Iraci Isaura Silva Rocha e a Rua João Bernadino. "As ruas asfaltadas oferecem aos motoristas um percurso pela Chã do Marinheiro até a PE-90, com menor trânsito do registrado na Avenida São Sebastião e entrada da cidade no sentido Toritama", conta o assessor de Fiscalização e Transporte, José de Arimatéa.

Durante as obras estiveram presentes na vistoria, funcionários da gestão, vereadores, a própria prefeita, Ana Célia, e o vice, Edigar. Interagindo com os moradores e ouvindo pertinentes reivindicações.
"É notório o crescimento do tráfego de veículos no Centro de Surubim e nas principais avenidas. Visando amenizar essa situação, o governo municipal a priori vem fazendo aperfeiçoamentos estruturais em vias alternativas para o melhor deslocamento dos munícipes e das pessoas que frequentam a nossa cidade. Além disso, estuda-se a possibilidade da criação de novas rotas, uma vez que a prefeita Ana Célia tem se preocupado com a mobilidade urbana", acrescenta o Chefe de Gabinete, Davi de Magalhães.

Fotos: Lulu/Surubim News
Postado por Madalena França.

Pense positivo e tudo se renova e floresce...

 


Bom dia!

quarta-feira, 28 de abril de 2021

Atenção! Dinheiro no bolso: Governo vai antecipar 13º para aposentados

 


O ministro Paulo Guedes (Economia) disse, hoje, que o governo vai antecipar o pagamento do 13º salário para aposentados. Afirmou que haverá a injeção de R$ 56 bilhões na economia no 1º semestre. As informações são do Poder360.

A declaração foi feita durante apresentação dos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O Brasil criou 184.140 empregos formais em março deste ano.

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, disse que a antecipação do 13º sairá nos “próximos dias“. De acordo com o secretário, 31 milhões de pessoas terão direito à antecipação do pagamento. O governo aguardava a sanção do Orçamento de 2021 para adotar a medida. O pagamento será dividido em duas parcelas.

ADIAMENTO DO FGTS

O governo também anunciou a medida que permite que empresários adiem o pagamento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) dos trabalhadores. De acordo com Bianco, o diferimento terá impacto de até R$ 10 bilhões por mês. No total, serão R$ 40 bilhões que ficarão nos setores da economia.

Guedes falou ainda que a medida ajuda na sobrevivência de empresas no período e continua gerando empregos.

Nova Jerusalém pode fechar as portas

 

Em situação extremamente crítica, após dois anos sem espetáculo, a Sociedade Teatral de Fazenda Nova ainda aguarda o socorro urgente dos poderes públicos federal e estadual. O Governo Federal, inclusive, chegou a prometer ajuda, mas até agora nada. As informações são do Blog Social1.

Sem ajuda, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém terá que encerrar suas atividades em definitivo.

Vale destacar que o teatro – considerado o maior ao ar livre do mundo – sempre é um grande receptor de turistas do Brasil, no período da Páscoa, com encenações grandiosas e sempre com presença de artistas famosos. Mais de 4 milhões de pessoas já assistiram ao espetáculo.

CANCELAMENTO

Em janeiro, a Sociedade Teatral de Fazenda Nova (STFN) anunciou que não haveria temporada da “Paixão de Cristo de Nova Jerusalém” neste ano de 2021. O espetáculo reservava o período de 27 de março a 3 de abril. “Tendo em vista a necessidade de intensificar os esforços de enfrentamento dos efeitos da pandemia de covid-19, a STNF resolve remarcar a temporada 2021 para o próximo ano, no período de 9 a 16 de abril de 2022”, dizia a nota.

No dia da Educação ,gratidão e muita história para contar: Orgulho de ser Professora.

 A primeira vez a gente nunca esquece: Segunda- feira, 05 de maio de 1986. Fará no próximo dia 05, exatamente 35 anos. Eu tinha 20 anos incompletos, mas parecia ter 12, magra e raquítica. Mas o que faltava ao corpo, sobrava em inteligência. Cheguei ao local onde seria meu primeiro dia de professora. As pernas trêmulas, sorriso largo e braços abertos. Todos pequeninos, de olhos arregalados, alguns sorriram para mim e outros choravam por não querer separar da mamãe. Entramos juntos na nossa estreia. E como esquecer o nome dos meus primeiros amores? Ana, Eduardo, Cleiton , Alexandre, Cristiano, Leandro, Alex, André, foram alguns deles... Eram 16. Muito mais meninos. Logo rezamos em fila, cantamos o Bom dia como vai? Sentamos em círculo em um esteira, contei história, desenhamos personagens, nos familiarizamos com o lápis e o caderno e uma semana depois, de professora eu virei a princesa deles que tinha o cabelo enfeitado de flores de pampolas amarelas, rosas e vermelhas colhidas na frente da escola na hora do recreio. E quando desobedeciam também tinha castigo e choro(rsrsrs) ficavam sentados no banquinho olhando para a parede sem falar com os colequinhas até a segunda ordem. É; professora era visto como autoridade respeitada há anos atrás. Pena, não há fotografias do tempo dos meus primeiros encantos.

O tempo passou e para mim eu continuo aprendendo e ensinando todos os dias. Continuo achando que ensinar vai muito além de passar conteúdos, escrever sobre números e letras. Educar é arte de amar ilimitado, é a sabedoria da troca, do perdão, de doar-se como missão.

Nesses trinta e cinco anos que se aproximam eu não ensinei apenas a ler e escrever, eu ensinei a rezar, a amar, a respeitar, a não se curvar, a acreditar em si mesmo, a se levantar nas quedas, a sonhar, a persistir na busca, a chegar ao pódio da vitória. Eu ensinei e aprendi ensinando, como transformar o mundo e  não desistir do possível , a desafiar o impossível...

Nas centenas de paródias que eu  construie para ensinar cantando, eu fui Caetano, Gil, Luiz Gonzaga, Roberto Carlos, Kely KY , Zeca pagodinho, Fábio de Melo, Ivete... Eu cantei , dancei, rir e chorei. Eu visitei rios, eu ensinei os astros do lado de fora olhando para o céu, eu trabalhei o corpo humano usando meu corpo ou o do aprendiz, eu trabalhei as plantas pedindo para os alunos  irem buscar parte dela no campo, eu usei as sementes para ensinar a contar. Eu trabalhei o homem Pré- histórico  construindo objetos com as mãos, eu ensinei arte dançando, cantando, atuando, eu tive dias de cantora, de dançarina e de atriz. Ah! eu também já fui palhaça, já ganhei gincanas e já levei a amizade para além dos bancos escolares ou ao limite do aprender. Eu fui conselheira, eu fui o colo de tantos adolescentes de corações partidos, fui amiga, fui cupido. Eu escutei, eu emprestei ouvidos, eu fui , psicóloga sem nunca ter sido. Eu fui amor e até hoje sou...

 Eu também já fui ou sou, o ódio de alguém: A que pega no pé, a chata, a que grita , a que nunca falta para ter aula vaga, a que tem o livro na cabeça e exige de mais, fala de mais...

É verdade! Ninguém é perfeito. Mas eu sou fiz e faço Educação com amor. No dia da Educação a minha gratidão e orgulho de ser professora!
































Renan promete respostas na CPI da Covid enquanto Bolsonaro recorre a Malafaia

 malafaia e bolsonaro


O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, disse que “tem muita coisa já produzida no que se refere a provas, a postagens, a atos publicados”, e que cabe agora à comissão de investigação “dar as respostas que a sociedade cobra”. Renan ainda garantiu que conduzirá sua ação sempre baseado nos valores do estado democrático de direito, sem perseguições.

“A CPI investiga se por ação, omissão, desídia ou irresponsabilidade alguém colaborou para que a matança avançasse. Vamos apurar, mas com critérios. Só valerão provas efetivas. Não vamos condenar por convicção ou fazer power points contra ninguém”, reiterou o senador, repetindo o que disse durante a reunião de instalação da comissão.

Bolsonaro recorre a Malafaia

Se por um lado Renan promete respostas à sociedade, com dureza nas investigações, por outro, o presidente Jair Bolsonaro, acuado, recorre ao pastor Silas Malafaia.

O presidente pediu para que o religioso articule eventos de desagravo nos próximos dias, quando a temperatura política deverá se elevar ao ponto máximo.

Na pandemia, as igrejas entraram na agenda porque o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou proibição para a realização de cultos e missas para conter o avanço do vírus.

Bolsonaro, assim como os pastores, criticam restrições impostas por prefeitos e governadores.

Leia também

Documento da Casa Civil

Também durante a entrevista, o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que o curso das investigações pode fazer com que a CPI solicite formalmente à Casa Civil o documento, cuja existência foi revelada pela imprensa no final de semana, em que são listadas 23 acusações que o governo deve sofrer no decorrer dos trabalhos.

“Foi uma contribuição importante do governo para ajudar nas investigações. Aponta alguns aspectos que estarão em nosso plano de trabalho, e a questão dos povos indígenas, que estava passando ao largo. O roteiro da Casa Civil é uma colaboração para as investigações, e talvez seja necessário e de bom tom solicitarmos oficialmente este roteiro”, disse Randolfe.

Requerimentos

O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), informou que na reunião de quinta-feira (29/4) deverão ser aprovados os requerimentos para que sejam ouvidos os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, além do atual, Marcelo Queiroga. Também deverão ser aprovados requerimentos com solicitação de informações ao governo. Aziz ainda destacou o caráter propositivo que, a seu ver, a CPI terá.

“Mais que apontar culpados, a sociedade espera soluções práticas para a vacinação, falta de oxigênio, de kits hospitalares, medicamentos, UTIs e EPIs. Esta CPI será diferente de todas que vocês já viram, porque pesquisas mostram que é a CPI que está praticamente na casa de todos os brasileiros”, disse Aziz em referência à pandemia.

Do Blog do Esmael Morais

Postado por Madalena França.

Aumento da conta de luz em meio a Pandemia é vergonhoso...

  




A conta de luz vai ficar mais cara a partir de manhã no Estado. O reajuste médio de 8,99% foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ontem, a Celpe disse que o reajuste para os consumidores residenciais ficará entre 5,94% e 7,46%, dependendo do perfil do cliente. Segundo a Celpe, a empresa tem 3,8 milhões de clientes em todo o Estado. Desse total, 90% são consumidores residenciais. Quem pagava conta de R$ 100, por mês, passará a desembolsar até R$ 107.

Postado por Madalena França

Prefeitos reclamam do avanço da vacinação no Recife para classe de professores


(A informação é da coluna do Magno Martins)

Postado por Madalena França

EXCLUSIVO

Por Houldine Nascimento, da equipe do Blog

 O anúncio feito ontem pelo prefeito do Recife, João Campos (PSB), sobre o início da vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da Educação Básica, a partir de 40 anos de idade, gerou incômodo em prefeitos de municípios pernambucanos. Alguns deles questionam o avanço da imunização na capital enquanto outras cidades, como Igarassu, na Região Metropolitana, e Petrolina, no Sertão do Estado, pararam o processo por falta de doses.

O Blog teve acesso com exclusividade a queixas de prefeitos – incluindo nomes do PSB – feitas no grupo de WhatsApp da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe). Além disso, os gestores reclamam de uma falta de uniformidade no plano estadual de imunização e cobram o Governo de Pernambuco.

“Gostaria de saber como os municípios estão faltando doses e Recife vacinando com força? ‘Tá’ ficando ruim e feio isso aí”, comenta um dos prefeitos. “Ou tomamos uma atitude ou seremos crucificados nas nossas cidades”, prossegue.

Em dado momento, outro gestor diz: “Quem repassa as vacinas é o Estado, pois ele deve agora criar condições de todos os municípios ‘vacinar’ os professores da mesma forma que o Recife.”

Os prefeitos argumentam que estão sendo pressionados pela população e que vão procurar o presidente da Amupe, José Patriota, para que o jurídico da instituição “faça uma representação”, mas não especificam contra quem

CPI da covid começa e advogado professa:" Bolsonaro cairá"

 

CPI da Covid começa em temperatura mais alta do que aquela que derrubou o ex-presidente Fernando Collor de Mello. “Bolsonaro cairá”, diz advogado Joaquim de Carvalho

Bolsonaro e Renan Calheiros (Foto: reprodução)

Por Joaquim de Carvalho

A decisão do Tribunal Regional Federal da 1a. Região que cassou a liminar que impedia o senador Renan Calheiros de assumir a relatoria da CPI da Covid tem como fundamento a necessidade de preservação da harmonia entre os poderes. 

"Em juízo de cognição sumária, inerente ao atual momento processual, verifica-se, concessa venia, a existência de risco de grave lesão à ordem pública, na perspectiva da ordem constitucional, administrativa e na perspectiva da manutenção da independência e da harmonia entre os Poderes da República", escreveu o desembargador Francisco de Assis Betti, vice-presidente do tribunal, que atualmente responde pela presidência em razão de licença do titular.

O desembargador lembrou que a nomeação do relator é prerrogativa do presidente da comissão, que ainda nem estava eleito quando o juiz Charles Renaud Frazão de Morais, da 2ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal, concedeu a liminar a pedido da deputada bolsonarista Carla Zambelli.

Leia a íntegra da decisão abaixo.

Retomada a normalidade institucional, a CPI avançou nos seus trabalhos, e foi transmitida ao vivo por diversos veículos de comunicação, entre eles a TV 247.

Lembrou os melhores momentos do Parlamento, como a CPI do PC Farias, instalada em 1992, depois que Pedro Collor deu entrevista à revista Veja para denunciar corrupção grossa no governo do irmão.

Mas não do seu início, quando muitos não acreditavam que a comissão resultasse em algo efetivo, como a responsabilização do então presidente, Fernando Collor.

Um senador de destaque na época, Pedro Simon, tinha recusado a relatoria da comissão justamente por entender que terminaria em pizza.

Por isso, seu lugar foi ocupado por um senador inexpressivo, Amir Lando, e a presidência, a um deputado ligado a Antônio Carlos Magalhães, que apoiava Collor.

A CPI da Covid já começa numa temperatura elevada, como mostra o recurso da bolsonarista Zambelli ao Judiciário.

O discurso do relator também foi bastante contundente. “Os brasileiros estão morrendo numa velocidade assustadora. Não temos tempo a perder”, disse Renan.

O senador lembrou que foi "forjado no movimento estudantil" — ele foi presidente do diretório de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Alagoas ainda na ditadura— e está preparado para a luta.

"Antecipo que intimidações, sob qualquer modalidade ou arreganho, não nos intimidarão”, acrescentou. 

Renan Calheiros disse que o Brasil precisa de luz para identificar quem, dolosamente ou não, colaborou para o “morticínio”.

Eles serão responsabilizados, prometeu. 

E lembrou de dois chefes de estado reconhecidos pela história como autores de crimes contra a humanidade, Augusto Pinochet e Slobodan Milosevic, este preso pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra.

Era, obviamente, uma referência indireta a Jair Bolsonaro.

Renan apresentou 7 propostas iniciais de investigação, que começará com o depoimento de Luiz Henrique Mandetta, que era ministro da Saúde quando a pandemia teve início.

Merece atenção o item 3 do plano de trabalho do relator. Trata-se de investigar todas as medidas tomadas para promover medicamentos sem eficácia comprovada, como a hidroxicloroquina, no combate ao coronavírus.

A presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, disse no Boa Noite da TV 247 que este fato precisa ser investigado. 

“Por que o governo gastou tanto dinheiro para a aquisição desses remédios?”, questionou.

"Remédios que já levaram pessoas à morte, pelo uso indevido. Com certeza, é um fato a ser investigado, a CPI tem que se debruçar sobre isso. Vai poder pedir informação. Se precisar quebrar sigilo bancário, sigilo de informações pessoais, vai fazê-lo, e acho importante que isso se esclareça porque, de fato, foi uma coisa muito violenta do ponto de vista da propaganda, não só pelo presidente da república, mas por uma série de outros agentes, que deram ordem, que deram comando para que os remédios fossem utilizados e distribuídos na rede.”

O PT tem como representantes na CPI Humberto Costa, que foi ministro da Saúde no governo Lula e é titular, e Rogério Carvalho, que também é médico e ocupa a suplência.

Em 1992, a comissão que investigou o governo Collor era mista e, portanto, tinha o dobro de integrantes — 22.

O PT era bem menor — 35 deputados — e foi representado na CPMI por José Dirceu como titular e a suplência coube a Eduardo Suplicy, o único senador eleito pelo partido em 1990.

No entanto, o partido teve papel de destaque no movimento que fortaleceu a CPMI, com a organização de atos públicos por entidades do movimento social, como a CUT, fundada por sindicalistas sob a liderança de Lula.

Além disso, havia a chamada Frente Brasil Popular, que se formou durante as eleições presidenciais de 1989 e era integrada pelo PCdoB e PSB, além do PT.

Não era uma entidade formal, mas seus militantes mantinham aliança tática em muitos episódios, como o do movimento de rua contra Collor.

O PCdoB tinha na pessoa de Lindbergh Faria, presidente da UNE, um líder desse movimento. 

Lindbergh era um dos jovens que pintavam a cara com as cores verde e amarelo para irem à rua pedir o impeachment de Collor.

Portanto, embora a esquerda não fosse expressiva no Congresso Nacional, tinha muita visibilidade e um líder que aparecia nas pesquisas como favorito para eleições de 1994: Lula.

O cenário agora é diferente, embora Lula seja disparo o favorito para as eleições daqui a dois anos. 

A esquerda tem relevância no Congresso e, desconsiderada a pandemia, ainda conserva a presença nas ruas (embora não com a mesma intensidade).

O titular do Planalto é pior do que Collor, do ponto de vista da gestão e também da moralidade pública (Collor não tinha rachadinha, ligação com milícias nem sociedade com o Centrão).

Os dois se parecem na farsa construída. Um se apresentava como caçador de marajás, o outro como combatente da corrupção.

Collor caiu depois que tentou envernizar seu governo, com a nomeação ou promoção de ministros com currículo, como Adib Jatene, José Goldemberg, Célio Borja e Marcílio Marques Moreira.

Era tarde.

A imagem de corrupto já estava consolidada. 

A CPI do Senado começa com Bolsonaro já visto por parcelas expressivas da sociedade como genocida, embora o mais apropriado tecnicamente seja chamá-lo de líder da necropolítica.

Não faz tanta diferença se se considerar que Bolsonaro é um político que despreza o maior bem da sociedade, a vida.

Quando esse conceito estiver na boca do povo, Bolsonaro cairá. 

A CPI da Covid é só o início do jogo.

  Trf 1 cassa liminar  de Joaquim de Carvalho 

Caixa paga nesta quarta-feira auxílio emergencial a nascidos em novembro

 


Agência Brasil
Trabalhadores informais nascidos em novembro começam a receber nesta quarta-feira (28) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.
Também nesta quarta, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 8 poderão sacar o benefício.
O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a quatro semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.
O saque da primeira parcela foi antecipado em 15 dias. O calendário de retiradas, que iria de 4 de maio a 4 de junho, passou para 30 de abril a 17 de maio.
Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O calendário de pagamentos foi divulgado pelo governo no fim de março e atualizado há duas semanas.
O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada. 
Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.
O pagamento da primeira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 16 e segue até o dia 30. O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.(Do Blog do Dimas Santos).
Postado por Madalena França.


MPPE aciona Justiça para convocação dos aprovados no concurso de Passira

 


Postado por Madalena França


O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) apresentou uma ação judicial de execução de obrigação de fazer contra a Prefeitura de Passira, no Agreste do Estado, para convocação dos aprovados no último concurso. A ação foi protocolada nessa segunda-feira (26). De acordo com a promotoria, a administração municipal não atendeu a recomendação expedida no dia 25 de março, solicitando que os aprovados fossem convocados dentro de um prazo de 60 dias.

 

No documento encaminhado ao prefeito Severino Silvestre (PSD), o promotor de justiça Fabiano Beltrão também recomendou que o gestor evitasse a contratação temporária para funções com aprovados em concurso. Expirado o período no último domingo, a ação agora seguiu para análise e decisão judicial. O concurso da Prefeitura de Passira foi homologado e publicado no Diário Oficial dos Municípios no dia 29 de dezembro de 2020.

 

De acordo com o promotor, “não há respaldo legal para a realização de contratação temporária de servidores quando há candidatos aprovados em concurso público aguardando serem convocados para nomeação, assim como a manutenção de pessoas contratadas sem concurso público no exercício de funções de caráter permanente em detrimento de aprovados em concurso para cargos que têm atribuições similares ou idênticas configura ilegal burla ao concurso público. A Prefeitura de Passira não comentou sobre o assunto.

terça-feira, 27 de abril de 2021

Governo Bolsonaro recusou 11 ofertas para compras de vacina

 


O governo do presidente Jair Bolsonaro recusou onze ofertas formais de fornecimento de vacinas contra a Covid-19. A informação é do Blog do jornalista do Octavio Guedes, no G1.

De acordo com a publicação, das onze recusas do governo que podem ser provadas com documentos, seis são referentes à vacina Coronavc, três da Pfizer e dois convites para participar do consórcio da COVAX Facility, coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

LEIA TAMBÉM
CPI da Covid: reunião de instalação da comissão no Senado

O avanço da pandemia no Brasil e a ineficiência do Governo

Saiba quem a CPI da Covid planeja ouvir após instalação nesta terça

O caso, ainda de acordo com a publicação, será levado por senadores à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que foi instalada na manhã desta terça-feira (27) no Senado

Por Madalena França

URGENTE: Sergio Moro pode não assumir a vaga no Senado, alerta presidente do PT [vídeo]

Arilson Chiorato: Moro fora do Senado Fonte:  Esmael Morais Facebook Twitter WhatsApp Telegram Caso a impugnação da candidatura de Moro seja...